domingo, 26 de outubro de 2008

Espero-te ao amanhecer.É o mais belo de todos os amanheceres e é por isso que contigo o quero patilhar.Juntos fixaremos o horizonte onde o castanho da terra abençoada se casa com o azul que é dos teus olhos e que o céu teve a elegante ousadia de copiar.
Sei todos os nossos passos de cor e por isso sei que vais colocar com a mais
firme delicadeza o teu braço em meu redor e me vais apertar sem nada dizer, porque o tempo foi tão amigo quanto conselheiro e ensinou-nos a silenciar o precioso e a deixar adivinhar o que de tão forte só o pensamento pode dizer.
Grito sem qualquer pudor que te quero ao amanhecer,porque te quero sem remorsos nem dores do tamanho do peito que só as noites mais escuras sabem trazer, quero-te inteiro e ingénuo, quero-te puro de ideias e de desejos e despido de preconceitos e ambições,traz contigo apenas a inocência e a esperança características de um começo onde não há promessas em vão que sabem transformar doces luares em dias cinzentos. Vem sem medo, de peito aberto e olhar firme que sabem ser fieis aos que nada têm a perder porque inda não planearam nem construiram o quevem a seguir.
Quero inventar contigo uma manhã sem geada e uma tarde em que o sol nunca tenha a coragem de se por,o dia sem ontem nem amanhã e aí me quedar ao sentir o sabor dos beijos que me dás com a calma própria de quem começou a ler um livro do qual já sabe o final, beijos esses dos quais eu nunca saberei guardar uma saudade que só sabe existir no que está para vir.
Só nessa altura nos permitirei sonhar já que finalmente saberemos onde mora a mágoa.Ficaremos só com o hoje e nele faremos as coisas mais belas porque já não temos medo.Espero-te ao amanhecer.

Um comentário:

Joana Medeiros disse...

Telma-
Nunca te julguei escritora, muito menos daquelas que nos prendem a leitura. É engraçado conhecer este teu lado poético. Ainda me lembro do nosso ar a falar com o Diogo Dias, como se ele fosse o Robbie Williams (na altura era o auge..), que escrevia aquelas letras profundas! Agora és tu quem escreve, bem melhor, para quem sabe um dia se tornar num êxito. Muitos beijinhos nha mãe